top of page
Buscar
  • cistopilonidalgrup3

Abscesso Pilonidal - Tudo o que você precisa saber.

Como já abordamos aqui, a doença pilonidal ou como também é chamado de cisto sacro coccígeo ou simplesmente cisto pilonidal, é um problema crônico.

Nele, se forma um nódulo ou cisto inflamado envolvido por um tipo de “membrana”.


Os sintomas de um cisto pilonidal realmente aparecem na fase aguda, quando se forma um nódulo (abscesso) na parte superior do sulco entre as nádegas com sinais típicos de processo inflamatório e infeccioso: dor, rubor, calor e edema com saída de secreção purulenta por um orifício que se abre na pele.


À medida que a infecção progride, novos orifícios podem surgir dando origem a fístulas que ajudam a drenar o pus. Dependendo do tamanho do orifício, é possível enxergar os pelos no interior do cisto e retirá-los. Febre, náuseas e cansaço extremo são outros sintomas possíveis da doença pilonidal.


Além disso, tem como conteúdo como fragmentos de pele, glândulas sebáceas e sudoríparas.

Quando evolui para o abscesso, maioria das vezes, torna-se uma massa dolorosa, vermelha e quente ao toque. O abscesso pilonidal pode aparecer em várias partes do corpo, mas é mais comum na região do cóccix, poucos centímetros acima do ânus.


Conforme o abscesso progride, ele pode formar uma “ponta” e, em seguida, sofrer uma ruptura espontânea.


A maioria dos abscessos vai continuar a piorar sem cuidados.

A infecção pode se espalhar para os tecidos sob a pele e até mesmo para a corrente sanguínea.


Abscessos são coleções de pus em espaços teciduais confinados.

A dissecção progressiva pelo pus ou a necrose de células circundantes expandem o abscesso.

O tecido conjuntivo altamente vascularizado pode, então, ser circundado por tecido necrótico.


Não é indicado tentar drenar o abscesso

pressionando-o.

Isso pode empurrar o material infectado para os tecidos mais profundos.

Não enfie uma agulha ou outro instrumento pontiagudo no centro do abscesso, porque você pode fazer com que a infecção se espalhe.


Vale ressaltar que esse quadro é preciso atenção máxima!

O abscesso pilonidal muitas das vezes é tratado de forma errada pelos portadores.


Receitas caseiras estão entre os maiores erros que o portador com o cisto pilonidal pode cometer, essa conduta pode, inclusive, causar complicações gravíssimas.



Lembre-se abscesso é urgência! 🚨

Procure um pronto socorro mais próximo!



Em geral, um abscesso deve ser drenado por um médico para que os sintomas melhorem, desta forma, a drenagem não é o tratamento efetivo do cisto pilonidal.


A drenagem cirúrgica é realizada através de uma incisão que elimina as secreções, o que alivia em muito a dor provocada pela pressão existente dentro do abscesso. Os pequenos abscessos podem ser drenados sob anestesia local e os abscessos maiores e mais profundos podem necessitar internação hospitalar e a ajuda de um médico anestesista.


Nestes casos também está indicada a administração de antibióticos, desta vez por via intravenosa porque se manifestam com mais gravidade. Pacientes portadores de diabetes, leucemia e outras doenças que levam à deficiência imunológica necessitam de cuidados especiais pela gravidade e rapidez com que a infecção pode evoluir.


Não subestime o abscesso!


É importante buscar cuidados médicos adequados se você suspeitar de um cisto pilonidal. O tratamento oportuno traz qualidade de vida e retorno pleno as suas atividades. Hoje em dia temos diversas técnicas minimamente invasivas que trazem recuperação acelerada. Converse com seu proctologista sobre.




91 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page